domingo, outubro 20, 2013

Série Iniciante: Aula Introdutória de Beadwork

Este vídeo da Beaducation é uma aula introdutória de bordado com miçangas. A professora é Laura McCabe, uma artista muito talentosa e famosa.

Além de abranger todos os tópicos que já falei aqui no blog (tais como: ferramentas e materiais básicos, tipos de miçangas, etc), a professora nos dá muitas dicas úteis. E a ela também mostra como fazer a técnica peyote par e ímpar.



terça-feira, outubro 15, 2013

domingo, outubro 13, 2013

Pulseira em Herringbone

Devido ao fato de tantas pessoas terem gostado do meu último trabalho, o colar Myrna, decidi fazer um passo a passo mostrando o ponto herrinbone tubular. O bracelete é muito simples de confeccionar e para quem ainda não conhece a técnica, acredito que esse é um ótimo projeto para aprendê-la.

Esse bracelete não possue fecho. Por isso será necessário criá-lo com um comprimento maior que o tamanho usual de um bracelete. Para encontrar a medida correta: toque o seu dedo midinho com o dedo polegar; pegue uma fita métrica e tire a medida da parte mais larga da sua mão. A pulseira que faço no tutorial tem 20,3cm de comprimento.



Os materiais que você irá precisar para criar uma pulseira:

- 8g seed beads tamanho 11/0;
- 2g seed beads tamanho 15/0;
- 9 pérolas de 6mm;


  

Assista o passo a passo AQUI.

segunda-feira, outubro 07, 2013

Série Iniciante: Seed Beads

Beads (tradução livre: miçangas) são o material mais básico utilizado nos trabalhos de beadwork. Elas podem ser feitas de qualquer tipo de material (vidro, madeira, papel, tecido, plástico, etc), e podem possuir qualquer formato e tamanho. Mas o que todas possuem em comum é o fato de possuírem um buraco, geralmente no centro, por onde você pode passar com uma linha ou arame.

As seed beads são feitas de vidro. As tradicionais possuem um formato redondo e são classificadas de acordo com o tamanho. Os tamanhos mais comuns são: 15/0, 13/0, 11/0, 10/0, 8/0 e 6/0. Quanto maior o número, menor o tamanho da seed bead. Assim as seed beads 15/0 são as menores, enquanto as de tamanho 6/0 são as maiores.

Também existem seed beads em outros formatos além das tradicionais redondas. Os mais comuns são: cilíndrica (cylinder beads), triangular (triangle beads), canutilho (bugle beads), quadradas (cube beads) e hexagonais (hexagon beads). As seed beads cilíndricas, triangulares, quadradas e hexagonais são classificadas por tamanho, da mesma forma que as tradicionais. Já no caso das seed beads de outros formatos, o tamanho é indiciado em milímetros.

Atualmente, as seed beads são produzidas no mundo inteiro, sendo que as mais famosas são: as japonesas (das marcas Toho, Miyuki e Matsuno) e as da República Checa (conhecidas como Czech seed beads). As japonesas são as que possuem melhor consistência e regularidade na cor, tamanho e formato. E por conta disso também são as mais caras. As seed beads de baixo custo como as chinesas são muito irregulares no tamanho e formato, mas ainda assim podem ser utilizadas em muitos projetos de beadwork.

Seed beads de marcas diferentes podem variar no tamanho e no formato (por exemplo, enquanto as seed beads redondas de uma marca A são mais compridas, as mesmas seed beads da marca B são mais achatadas). É importante ter isso em mente na hora de fazer a escolha das seed beads para um determinado projeto.

Para concluir nosso tópico, trago alguns vídeos que explicam mais detalhadamente os diversos tipos de seed beads.

Introdução a seed beads, da revista Bead & Button:




Aprenda os tipos de seed beads com Melinda Barta, da Interwave Craft:




Veja a diferença entre czech seed beads e japanese seed beads:




Diferenças entre Delica seed beads e as tradicionais seed beads, da Potomac Bead Company:




quarta-feira, outubro 02, 2013

Colar Myrna

Essa é a minha última criação! O pendante é um design de Ewa. Você encontra o tutorial aqui. Esse pendante não é um projeto para inciantes, apesar de que eu achei ele bem simples de confeccionar. Se você já tem alguma experiência com beadwork, eu aconselho a tentar fazer esse projeto. Você vai aprender um novo método para capturar um cabochão, utilizando as tila beads. Eu me diverti bastante fazendo esse pendante!

A minha maior dificuldade mesmo foi criar o colar para o pendante. Eu experimentei algumas correntes e cordões de seda, mas não fiquei feliz com os resultados. Então decidi fazer um colar de miçangas. Experimentei vários designs, até que tive a idéia de fazer um colar utilizando o ponto herringbone. Utilizei as mesmas miçangas do pendante, inclusive as superduos.

Para o acabamento, fixei uma capa de cobre em cada ponta do colar e adicionei o fecho, que também foi criado por mim. Se vocês quiserem, depois posso criar um tutorial mostrando como prender as capinhas no final da corda em herringbone. Elas deixam o colar com um ar mais profissional e elegante.

E aqui está o colar, espero que vocês gostem:






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...